Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/821
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPereira, Ana Cristinapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0087547646544493por
dc.contributor.advisor1Nakamura, Wilson Toshiropt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1327686935533816por
dc.contributor.referee1Formigoni, Henriquept_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7989666444257591por
dc.contributor.referee2Kayo, Eduardo Kazuopt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/6629229841222438por
dc.contributor.referee3Jucá, Michele Nascimentopt_BR
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/6770985264140454por
dc.contributor.referee4Parisi, Claudiopt_BR
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/2891889803015460por
dc.date.accessioned2016-03-15T19:31:04Z-
dc.date.available2014-12-11pt_BR
dc.date.issued2014-10-27pt_BR
dc.identifier.urihttp://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/821-
dc.description.resumoO objetivo geral deste trabalho foi analisar se os gestores praticam o alisamento de resultados, quando exercem o poder de julgar e escolher as práticas contábeis, objetivando um determinado endividamento. Trata-se de um estudo empírico-analítico, com natureza descritivo-longitudinal. A população é composta por todas as companhias abertas brasileiras não financeiras listadas na BM&FBOVESPA. Os dados das empresas foram coletados no banco de dados da Economática. A amostra foi composta 273 empresas no período entre 2008 e 2013. Para as variáveis independentes de Alisamento de Resultados e Endividamento, foram utilizados valores defasados, pois partiu-se da premissa de que a cada período, os gestores ajustam a estrutura de capital ao objetivo desejado endividamento alvo. Inicialmente foram identificadas as empresas alisadoras e as não alisadoras, conforme a metodologia proposta por Eckel (1981). Em seguida foi calculado o grau de alisamento das empresas alisadoras conforme o modelo de Leuz, Nanda e Wisocky (2003). Por fim procedeu-se a aplicação do modelo de regressão com dados em painel balanceado com efeitos fixos após o teste de Hausman. Não foram encontradas evidências de que houve alisamento de resultados após a adoção das IFRS. Também os resultados não foram significativos estatisticamente para afirmar que o alisamento de resultados afeta o endividamento. Por fim, foi constatado que o endividamento atual é influenciado pelo endividamento passado, ou seja, as empresas ajustam a sua estrutura de capital.por
dc.description.abstractThe aim of this study was to examine whether managers practice income smoothing, when exercising the power to judge and choose the accounting practices aimed a particular debt. It is an empirical-analytic study, with descriptive longitudinal nature. The population consists of all open Brazilian non-financial companies listed on the BM&FBOVESPA. Company data were collected in the database of Economática. The sample comprised 273 companies in the period between 2008 and 2013 for the independent variables Smoothing Results and Debt, lagged values were used as the starting point was the assumption that each period, managers adjust the capital structure to the desired goal - target debt. Initially straightening companies and non-smoothers have been identified, according to the methodology proposed by Eckel (1981). Then the degree of smoothing trowels companies was calculated according to the model of Leuz, Nanda and Wisocky (2003). Finally we proceeded to the regression model with unbalanced panel data with fixed effects after the Hausman test. There was no evidence that income smoothing after IFRS adoption were found. Also the results were not statistically significant for claiming that income smoothing affects the debt. Finally, it was found that the current debt is influenced by past debt, ie, firms adjust their capital structure.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-03-15T19:31:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Ana Cristina Pereira 1.pdf: 934370 bytes, checksum: 081eb64c0e784ec6da19cafba2aacf31 (MD5) Previous issue date: 2014-10-27eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/3080/Ana%20Cristina%20Pereira%201.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.publisher.departmentAdministraçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.programAdministração de Empresaspor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectestrutura de capitalpor
dc.subjectgerenciamento de resultadospor
dc.subjectalisamento de resultadospor
dc.subjectIFRSpor
dc.subjectcapital structureeng
dc.subjectearnings managementeng
dc.subjectincome smoothingeng
dc.subjectIFRSeng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESASpor
dc.titleAnálise da prática do alisamento de resultados sobre o endividamento das empresas abertas após o processo de convergência às IFRSpor
dc.typeTesepor
Aparece nas coleções:Doutorado - Administração de Empresas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ana Cristina Pereira 1.pdf912.47 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.