Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/662
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorFreitas, Emanuel Jones Xavierpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3239107009297941por
dc.contributor.advisor1Brunstein, Janettept_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8568710701792092por
dc.contributor.referee1Sambiase, Marta Fabianopt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1235732641318213por
dc.contributor.referee2Coelho Júnior, Pedro Jaime dept_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0682311806037694por
dc.date.accessioned2016-03-15T19:26:28Z-
dc.date.available2015-09-29pt_BR
dc.date.issued2015-01-29pt_BR
dc.identifier.citationFREITAS, Emanuel Jones Xavier. Reflexão crítica e sustentabilidade na formação do administrador: o que revelam os discursos discentes?. 2015. 98 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015.por
dc.identifier.urihttp://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/662-
dc.description.resumoOs estudos em Administração, e mais especificamente aqueles preocupados em discutir os desafios da formação nesta área, tem buscado nos últimos anos colocar em debate propostas e estratégias educacionais que viabilizem uma formação mais crítica do administrador, sobretudo, em relação à sustentabilidade. Neste cenário, a presente dissertação preocupou-se em compreender a forma como os alunos do curso de Administração, matriculados em uma Instituição de Ensino Superior que declara em seu Projeto Político Pedagógico de Curso, enfoque na abordagem da sustentabilidade, se apropriam do debate socioambiental. Trata-se de uma pesquisa qualitativa interpretativa básica (MERRIAM, 1998) que tem como finalidade observar e analisar se há e como se evidenciam no relato dos discentes, elementos de reflexão crítica e aprendizagem transformadora tendo em vista o propósito de educá-los para trabalharem no contexto da sustentabilidade. Para tanto, parte-se dos princípios estabelecidos nas teorias de aprendizagem transformadora de Jack Mezirow (1981, 1991, 1994, 1995, 1996, 1998), com contribuições de Cranton (1994, 1996) e Sterling (2001, 2010), bem como das dimensões de reflexão, crítica e engajamento no ensino de sustentabilidade defendidas por Springett (2003, 2005). Os resultados da pesquisa, à luz destas teorias, apontam diferentes domínios de aprendizagem e reflexividade pelos alunos. Identifica-se, sobretudo, um domínio conceitual dos alunos sobre sustentabilidade, gerando uma reflexão por demais centralizada no conteúdo, uma vez que não são constituídos espaços de ação social para o alcance da aprendizagem transformadora pela IES, tal qual defende a literatura na área. Exclui-se deste cenário, no entanto, os alunos que declaram experiências formais ou informais, anteriores ou em paralelo à vivência em sala de aula, o que indica que o espaço da sala de aula que foi objeto deste estudo, tem sido insuficiente para provocar uma reflexão no nível dos processos e dos pressupostos. Os resultados da pesquisa apontam para a existência de uma luta ideológica entre o paradigma social dominante e as necessidades do desenvolvimento sustentável, traçada para a abordagem do tema sustentabilidade, que no contexto da pós-modernidade, se torna ainda mais desafiante, complexo e contraditório. O presente trabalho esboça contribuições para desenvolvimento de estratégias educacionais que impulsionam o desenvolvimento da reflexão crítica por parte dos alunos de Administração, evidenciando igualmente a importância da coerência entre o que é feito em sala de aula e o que apresenta o Projeto Político-pedagógico dos Cursos de graduação em Administração.por
dc.description.abstractStudies in Business Administration, and more specifically those concerned to discuss the challenges of education in Business Administration, has sought in recent years to understand the methodologies adopted for the development of educational strategies that enable a more critical reflection to the administrator, especially in relation to sustainability. In this scenario, this thesis concerned to understand how teaching happens from the viewpoint of students in Business Administration. This course focus on sustainability approach as stated in its Political Pedagogical Project Course. This is a basic interpretive qualitative research (MERRIAM, 1998) that aims to understand the views of Business Administration students in respect of sustainability. The research takes the evidences that direct these views based on the principles of transformative learning theories Jack Mezirow (1981, 1991, 1994, 1995, 1996, 1998) with contributions from Cranton (1994, 1996), critical reflection and engagement (Springett, 2003, 2005) geared towards sustainability (STERLING, 2001, 2010). The survey results indicate the relationship to the theory when it points different areas of learning and reflexivity by the students. Moreover, it indicates that students recognize a classic approach of theoretical contents, leading to an understanding too centered on content rather practical experience since social action spaces are not made to the scope of transformative learning by the University. Students who declare formal or informal experiences, previous or parallel to the experience in the classroom are excluded from this survey. The survey results point to the existence of an ideological struggle to address the issue of sustainability, which in the context of post-modernity, it becomes even more challenging, complex and contradictory. This work outlines Educational Development Strategies contributions consistent with the development of critical reflection on the part of the Administration students, also highlighting the importance of consistency between what is made in the classroom and what presents the Political-pedagogical Project of the Course in Business Administration.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-03-15T19:26:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Emanuel Jones X Freitasprot.pdf: 1202683 bytes, checksum: 0dfd375604d225c3868e4fc95cccfc2f (MD5) Previous issue date: 2015-01-29eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/2836/Emanuel%20Jones%20X%20Freitasprot.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.publisher.departmentAdministraçãopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.programAdministração de Empresaspor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectreflexão críticapor
dc.subjectaprendizagem transformadorapor
dc.subjectalunos de administraçãopor
dc.subjectsustentabilidadepor
dc.subjectcursos de administraçãopor
dc.subjectcritical reflectioneng
dc.subjecttransformative learningeng
dc.subjectbusiness studentseng
dc.subjectsustainabilityeng
dc.subjectmanagement courseseng
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpor
dc.titleReflexão crítica e sustentabilidade na formação do administrador: o que revelam os discursos discentes?por
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - Administração de Empresas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Emanuel Jones X Freitasprot.pdf1.17 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.