Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4841
Tipo do documento: Tese
Título: Professores de educação infantil de uma comunidade investigativa traduzindo a base nacional comum curricular em práticas pedagógicas
Autor: Silva, Márcia Tostes Costa da 
Primeiro orientador: Mizukami, Maria da Graca Nicoletti
Primeiro membro da banca: Andrade, Maria de Fátima Ramos de
Segundo membro da banca: Aparício, Ana Silvia Moço
Terceiro membro da banca: Reali, Aline Maria de Medeiros Rodrigues
Quarto membro da banca: Souza Neto, João Clemente de
Resumo: Este estudo insere-se no âmbito das pesquisas que abordam o desenvolvimento profissional docente. Buscamos por meio de um estudo descritivo-analítico de natureza qualitativa, compreender como professores de Educação Infantil de uma comunidade investigativa da rede pública, traduzem a Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil (BNCC) em práticas pedagógicas. Como instrumentos de pesquisa, utilizamos uma entrevista com roteiro semiestruturado, a observação e análise de documentos de três professoras e uma diretora, todas da Rede Pública de Ensino da Zona Oeste da região Metropolitana de São Paulo, atuando na Educação Infantil. O objetivo desta pesquisa é compreender como as professoras estão expressando em suas práticas pedagógicas o conhecimento adquirido por elas próprias e por formações realizadas na escola a fim de traduzir a BNCC em propostas pedagógicas. Compreendemos que a possível tradução da BNCC em práticas pedagógicas depende de alguns fatores, dentre eles, que o professor deva possuir uma postura investigativa, porque professores com postura investigativa estão comprometidos com a sua profissão, com as crianças da sua sala e com a escola a qual estão inseridos (COCHRAN-SMITH; LYTLE, 2015; MIZUKAMI, 2020; FIORENTINI; CRECCI; 2016). Concebemos a formação docente como processo inserido na vertente de desenvolvimento profissional dos professores, na qual o professor é o centro da sua formação, é compreendido como pessoa que carrega para a profissão as suas crenças, seus valores, suas experiências, suas escolhas e seus sentimentos, cujo aprendizado acontece de forma individual e coletiva (OLIVEIRA-FORMOSINHO; 2009; MARCELO; 2009a). Outro fator que acreditamos ser importante para a tradução da BNCC em práticas pedagógicas que aparece defendido por autores como Shulman (1987, 2014, 2015); Mizukami (2004, 2020), Almeida et al., Loughran, Keast e Cooper (2016) e Marcon, Graça, Nascimento (2011), é a existência de uma base de conhecimento para o ensino ampla, forte e flexível, porque a existência da base de conhecimento para o ensino coloca à disposição do professor um conjunto de conhecimentos sobre o ensino, para que, partindo destes, ele possa ampliá-los e recriá-los. Dentre esses conhecimentos acessíveis ao professor o mais importante é o conhecimento pedagógico do conteúdo, porque constrói repertórios de respostas para situações-problemas, cria novas compreensões e conhecimentos mais sofisticados advindo de diferentes tipos de informações da reflexão do professor. Consideramos que a relevância deste estudo para o campo da Educação esteja no fato de termos documentado e explicitado práticas e o raciocínio pedagógico de professores experientes da Educação Infantil que possivelmente poderão ajudar outros docentes em seu dia a dia.
Abstract: This study is part of the research that addresses the professional development of teachers. Through a qualitative descriptive-analytical study, we seek to understand how early childhood teachers in a public research community translate the Common Curriculum for Early Childhood Education (BNCC) into pedagogical practices. As research instruments, we used an interview with a semi-structured script, the observation and analysis of documents by three teachers and a director, all from the Public Schools of the West Zone of the Metropolitan Region of São Paulo, working in early childhood education. The aim of this research is to understand how the teachers are expressing in their pedagogical practices the knowledge acquired by themselves and through training carried out at the school in order to translate the BNCC into pedagogical proposals. We understand that the possible translation of BNCC into pedagogical practices depends on some factors, among them, that the teacher must have an investigative attitude, because teachers with an investigative attitude are committed to their profession, to the children in their classroom and to the school in which they are inserted (COCHRAN-SMITH; LYTLE, 2015; MIZUKAMI, 2020; FIORENTINI; CRECCI; 2016). We conceive teacher training as a process inserted in the professional development aspect of teachers, in which the teacher is the center of their education, the teacher is understood as a person who carries beliefs, values, experiences, choices and feelings into the profession, and whose learning happens individually and collectively (OLIVEIRA-FORMOSINHO; 2009; MARCELO; 2009a). Another factor that we believe is important for the translation of BNCC into pedagogical practices that is defended by authors such as Shulman (1987, 2014, 2015); Mizukami (2004, 2020), Almeida et al., Loughran, Keast and Cooper (2016) and Marcon, Graça, Nascimento (2011), is the existence of a knowledge base for broad, strong and flexible teaching, because the existence of a the knowledge base for teaching makes available to the teacher a world of knowledge about teaching, so that, starting from these, he can expand and recreate them. Among the knowledge accessible to the teacher, the most important is the pedagogical knowledge of the content, because it builds repertoires of responses to problem situations, creates new understandings and more sophisticated knowledge arising from different types of information from the teacher's reflection. We consider the relevance of this study to the field of Education to be the fact that we have documented and made explicit practices and the pedagogical reasoning of experienced teachers of early childhood education who may be able to help other teachers in their daily lives.
Palavras-chave: desenvolvimento profissional docente
educação infantil
aprendizagem
práticas docentes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Agencia(s) de fomento: Instituto Presbiteriano Mackenzie
Citação: SILVA, Márcia Tostes Costa da. Professores de educação infantil de uma comunidade investigativa traduzindo a base nacional comum curricular em práticas pedagógicas. 2021. 375 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4841
Data de defesa: 6-Ago-2021
Aparece nas coleções:Doutorado - Educação, Arte e História da Cultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MÁRCIA TOSTES COSTA DA SILVA.pdfMárcia Tostes Costa da Silva11.77 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons