Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4596
Tipo do documento: Tese
Título: Peter Blake e eu: diálogos possíveis mediados pela cultura pop
Autor: Milani, Eduardo Höfling 
Primeiro orientador: Rizolli, Marcos
Primeiro membro da banca: Silveira, Isabel Orestes
Segundo membro da banca: Salles, Cecília Almeida
Terceiro membro da banca: Mello, Regina Lara Silveira
Quarto membro da banca: Duarte, Keller Regina Viotto
Resumo: Este estudo pretende atestar o movimento pop britânico e a obra do artista inglês Peter Blake como agentes influenciadores de minha experiência estética. A proposta é a produção de trabalhos explorando técnicas e inspiração similares às de Blake, como a pintura e a colagem, a fim de comparar resultados. Optei pela linguagem dos pôsteres, mídia direcionada às massas e bastante presente nas décadas de 1960 e 1970. Há dois momentos de pesquisa temática. Uma série com intervenções gráficas em capas de revistas Claudia, focando nas imagens arquetípicas do mito da guerreira, e outra série com abordagem ao mundo dos cães, batizada de PopDogs. Analiso a percepção do entorno cultural e busco uma possível teorização de meu processo criativo, destacando o desenho como base de meu trabalho e o uso de coleções pessoais, o que remete à prática da apropriação. Interessa, aqui, simultaneamente, a pesquisa e a execução. Resultados dessa experiência recente são balizados por exposições em instituições públicas entre 2018, 2019 e 2020
Abstract: This study aims to attest to the British pop movement and the work of the English artist Peter Blake as influencing agents of my aesthetic experience. The proposal is to produce artworks exploring techniques and inspiration similar to Blake's, such as painting and collage, in order to compare results. I chose the language of posters, media directed to the masses and very present in the 1960s and 1970s. There are two moments of thematic research. A series with graphic interventions on Claudia magazine covers, focusing on the archetypal images of the woman warrior myth, and another series with an approach to the world of dogs, called PopDogs. I analyze the perception of the cultural environment and look for a possible theorization of my creative process, highlighting drawing as the basis of my work and the use of personal collections, which refers to the practice of appropriation. Here, the research and performing are of interest simultaneously. Results of this recent experience are marked by exhibitions in public institutions between 2018, 2019 and 2020
Palavras-chave: pop arte
cultura popular
fenomenologia
processo de criação
Peter Blake
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Agencia(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Instituto Presbiteriano Mackenzie
Citação: MILANI, Eduardo Höfling. Peter Blake e eu: diálogos possíveis mediados pela cultura pop. 2020. 182 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4596
Data de defesa: 20-Fev-2020
Aparece nas coleções:Doutorado - Educação, Arte e História da Cultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EDUARDO HÖFLING MILANI.pdfEduardo Hofling Milani 6.92 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons