Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4335
Tipo do documento: Tese
Título: A educação superior e os novos ambientes e redes digitais de formação de valores e expressão da confessionalidade
Autor: Monteiro, Robinson Grangeiro 
Primeiro orientador: Vieira, Marili Moreira da Silva
Primeiro membro da banca: Placco, Vera Maria Nigro de Souza
Segundo membro da banca: Duarte, Marcos Nepomuceno
Terceiro membro da banca: Moreira, José António
Quarto membro da banca: Bitun, Ricardo
Resumo: Esta tese trata da formação de valores e da expressão da confessionalidade nos novos ambientes e redes digitais na educação superior. Estruturada em três eixos, propõe a criação de uma Capelania Virtual Colaborativa (CVC). A pergunta de pesquisa se originou da necessidade e importância de tornar os espaços virtuais da educação superior do Mackenzie um ambiente de formação de valores e expressão da confessionalidade fundacional e histórica da instituição. A pesquisa assumiu seus referenciais teóricos em cada um de seus três eixos discursivos – confessionalidade, formação de valores e redes colaborativas – e trabalhou, a partir do status quo, tanto as iniciativas atuais de ensino a distância como a formação de valores, para indicar que uma rede de colaboração virtual poderia complementar a cultura da presencialidade e do exercício formal de Capelania. O eixo da confessionalidade tratou de explicitar a importância e a evolução histórica da confessionalidade para o Mackenzie, como instituição confessional, a ponto de ser marca indelével de sua identidade institucional, preconizada em sua missão, visão e valores. Chegou-se à conclusão de que é inquestionável desassociar o Mackenzie de sua história, profundamente marcada por seus princípios fundantes e por sua preservação, a ponto de se tornar ethos institucional. O eixo dos valores propôs uma análise do tema em dois aspectos. O primeiro trouxe uma abordagem inovadora e um arcabouço mais amplo sobre a natureza desses valores confessionais, em termos de pensar formação moral e ética, abordando-os como construtos psicossociais e organizacionais relacionados à identidade individual, à identidade de grupo e à identidade organizacional. Foi salientada a forma como os valores têm constituído uma identidade social e organizacional do Mackenzie e, por conseguinte, como o uso de redes de colaboração como grupo de pertença sob influência social desta identidade poderia contribuir significativamente para a proposta de formar valores. Um segundo aspecto deste mesmo eixo tratou de moral, ética e cidadania com perspectivas de integração da Psicologia Moral, da Psicologia do Desenvolvimento, da Filosofia e da Pedagogia, com suas respectivas referências teóricas mais significativos, concluindo que os valores são consolidados na interação social pelo indivíduo e por seus grupos de pertença, dos quais a família é o principal, mas que têm na escola, em todos os níveis, inclusive na educação superior, a oportunidade de serem direcionados e mobilizados para ações éticas e cidadãs, até mesmo assumindo fundamentos filosóficos e religiosos, como é o caso da confessionalidade do Mackenzie. Finalmente, o eixo das redes de colaboração se constituiu no desafio de como alinhar princípios e conceitos dos dois eixos anteriores, fazendo-os convergir para uma proposta de desenvolvimento de manifestações da confessionalidade mackenzista em contextos virtuais, existentes e a ser desenvolvidos, condizentes com a importância e a necessidade do fomento de tais valores estruturantes e transformadores das relações humanas na sociedade; sempre como complemento ao que já está sendo feito nas abordagens tradicionais vinculadas à presencialidade corpórea há cento e cinquenta anos no Mackenzie. As intenções foram no sentido de discutir o que são redes de colaboração e como elas podem ser utilizadas para a formação de valores em contextos educacionais, baseadas na ideia de uma aprendizagem em rede e caracterizada como colaborativa, significativa e afetiva. A construção destas redes como ecossistemas em “lugares” no ciberespaço passou pela discussão sobre o uso das Tecnologias de Informação e Conhecimento (TICs) e dos Recursos Educacionais Abertos (REA) para a Educação em Rede, de natureza híbrida (b-learning), desaguando na proposta de criação de uma Capelania Virtual Colaborativa (CVC) – a contribuição de relevância acadêmica e social da tese, caracterizada por todas as tecnologias e abordagens pedagógicas mencionadas. A tese foi encerrada desenhando os princípios iniciais para o planejamento estratégico e o eventual plano de ação para que esta CVC, se implementada, vir a complementar o exercício efetivo de acolhimento, formação de valores e expressão da confessionalidade, integrada à cultura da presencialidade e ao exercício formal de Capelania, assumindo-se como uma iniciativa inovadora de servir à sociedade.
Abstract: This thesis deals with the formation of values and the expression of confessionality in new environments and digital networks in higher education. Structured in three axes, it proposes the creation of a Collaborative Virtual Chaplaincy (CVC). The research question originated from the need and importance of making Mackenzie’s virtual spaces of higher education an environment of value formation and expression of the university’s foundational and historical confessionality. The research assumed its theoretical frameworks in each of its three discursive axes – confessionality, value formation and collaborative networks – and worked from the status quo of both current distance learning and value formation initiatives, to indicate that a virtual collaboration network could complement the culture of presentiality and the formal exercise of Chaplaincy. The axis of confessionality sought to clarify the importance and historical evolution of confessionality for Mackenzie as a confessional institution, to the point of being an indelible mark of its institutional identity, advocated in its mission, vision and values. The conclusion is that it is unquestionable to disassociate Mackenzie from its history, deeply marked by its founding principles and their preservation, to the point of becoming institutional ethos. The axis of values proposed an analysis of the theme in two aspects. The first brought an innovative approach and a broader framework on the nature of these values, in terms of thinking moral formation of ethics, addressing these values as psychosocial and organizational constructs related to individual identity, group identity and organizational identity, establishing, from theoretical contributions brought from Social Psychology. The way in which values have constituted a social and organizational identity of Mackenzie was emphasized and, therefore, the use of collaborative networks as a group under social influence of this identity could contribute significantly to the proposal of forming values. A second aspect of this same axis dealt with morals, ethics and citizenship with perspectives of integration of Moral Psychology, Developmental Psychology, Philosophy and Education, with their respective most significant theoretical references, concluding that values are consolidated in social interaction by individual and his / her belonging groups, of which the family is the principal, but who have at school, at all levels, including higher education, the opportunity to be directed and mobilized for ethical and citizen actions, including assuming philosophical and religious foundations, such as Mackenzie's confessionality. Finally, the axis of collaborative networks was the challenge of how to align principles and concepts of the two previous axes, converging them towards a proposal to develop manifestations of mackenzist confessionality in existing and to be developed virtual contexts, consistent with the importance and necessity of fostering such structuring and transforming values of human relations in society, and always complementing what is already being done in traditional approaches linked to bodily presence for almost one hundred and fifty years at Mackenzie. The intentions were to discuss what collaborative networks are and how they can be used for the formation of values in educational contexts, based on the idea of networked learning and characterized as collaborative, meaningful and affective. The construction of these networks as ecosystems in 'places' in cyberspace has been discussed by the use of Information and Knowledge Technologies (ICTs) and also by Open Educational Resources (OER) for Networked Education, of hybrid nature (b-learning). , leading to the proposal of creating a Collaborative Virtual Chaplaincy (CVC), mentioned since the introduction as the contribution of academic and social relevance of the thesis, and characterized by all these technologies and pedagogical approaches mentioned. The thesis was concluded by designing initial principles for strategic planning and eventual action plan so that this CVC, if implemented, will complement the effective exercise of welcoming, value formation and the expression of confessionality, integrated with the culture of presence and exercise. Chaplaincy, assuming, already in Mackenzie's presential and virtual spaces, as an innovative initiative to serve society.
Palavras-chave: confessionalidade
formação de valores
aprendizagem colaborativa em rede
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: MONTEIRO, Robinson Grangeiro. A educação superior e os novos ambientes e redes digitais de formação de valores e expressão da confessionalidade. 2020. 224 f. Tese (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4335
Data de defesa: 4-Jan-2020
Aparece nas coleções:Doutorado - Educação, Arte e História da Cultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ROBINSON GRANGEIRO MONTEIRO.pdfRobinson Grangeiro Monteiro1.8 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons