Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4263
Tipo do documento: Dissertação
Título: Argamassa de cimento Portland com adição de Barita (BASO4)
Autor: Acosta, Yonaikel Josuhe Contreras 
Primeiro orientador: Florêncio, Odila
Primeiro membro da banca: Munhoz Junior, Antônio Hortêncio
Segundo membro da banca: Silva, Leonardo Gondim de Andrade e
Resumo: Na indústria da construção civil, o cimento Portland (CP) é o componente fundamental na preparação de argamassas e concretos, além de ser misturado com aditivos que podem melhorar seu desempenho em diferentes aplicações estruturais. Este trabalho tem como objetivo avaliar as propriedades no estado fresco e sólido da argamassa de CP com adição de barita (BaSO4) em diferentes dosagens entre 15 e 25% em massa e com relação água/cimento de 0,7. A barita foi caracterizada por picnômetro à água, análise térmica e espectroscopia de energia dispersiva de raios X (EDS). Determinou-se o índice de consistência (IC) ou trabalhabilidade da argamassa com o ensaio de abatimento do corpo-de-prova troncônico. A densidade calculada no teste do picnômetro foi de 4,2. A análise térmica da barita mostrou uma perda de massa total de 1,47% e apresentou na temperatura de 1188ºC a transição endotérmica. A análise térmica da mistura comercial areia-barita mostrou uma perda de massa de 0,49% e apresentou um pico endotérmico na temperatura de 265,2°C e outro a 1183,4°C correspondente à transformação polimórfica da barita. O teste de abatimento troncônico da argamassa mostrou uma diminuição aproximada de 10% na formulação com a adição de 20% em massa de barita. A porcentagem em massa de bário foi de 38,30% registrado na análise da EDS. A massa específica das argamassas padrão, baritadas e comercial apresentou valores entre 1,89 e 2,06 g/cm3. As micrografias obtidas por microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostraram a morfologia dos compostos silicato de cálcio hidratado (C-S-H) e BaSO4 presentes no material compósito. Nos testes de compressão, a resistência da argamassa aumentou proporcionalmente com a adição de barita. A argamassa com 25% em massa de barita registrou os maiores valores de resistência mecânica e velocidade de propagação de ondas com 28 dias de cura. Os espectros de difração de raios X da barita, da argamassa padrão e das argamassas aditivadas mostraram as fases cristalinas típicas do cimento Portland e os picos característicos da barita estão de acordo com os reportados na literatura. Nos testes com radiação ionizante gama, o coeficiente de atenuação linear diminuiu com à adição de barita e apresentou o menor valor para a argamassa preparada com a mistura comercial. Os resultados da pesquisa mostraram que a adição da barita melhorou a resistência da argamassa no estado endurecido e não modificou de maneira positiva as propriedades de atenuação à radiação gama.
Abstract: In the construction industry, Portland cement (CP) is the fundamental component in the preparation of mortars and concretes, also to being mixed with additives can improve its performance in different structural applications. This work aims to evaluate the properties in the fresh and solid state of CP mortar with addition of barite (BaSO4) in different dosages between 15 and 25% by weight and with a water/cement ratio of 0.7. The barite was characterized by water pycnometer, thermal analysis and X-ray dispersive energy spectroscopy (EDS). The consistency index (CI) or workability of the mortar was determined with the slump test on flow table. The specific gravity calculated in the pycnometer test was 4.2. The thermal analysis of the barite showed a total mass loss of 1.47% and presented an endothermic transition at 1188ºC. The thermal analysis of the commercial sand-barite mixture showed a mass loss of 0.49% and presented an endothermic peak at 265.2°C and another at 1183.4°C corresponding to the polymorphic transformation of barite. The mortar slump test showed an approximate 10% decrease in the formulation with the addition of 20% by weight baryte. The mass percentage of barium was 38.30% recorded in the EDS analysis. The experimental density of standard, with barite and commercial mortars showed values between 1.89 and 2.06 g/cm3. The micrographs obtained by scanning electron microscopy (SEM) showed the morphology of the hydrated calcium silicate (C-S-H) and BaSO4 compounds present in the composite material. In the compression tests, the strength of the mortar increased proportionally with the addition of barite. The mortar with 25% by weight of barite registered the highest values of mechanical strength and speed of wave propagation with 28 days of curing. The X-ray diffraction spectra of barite, standard mortar and mortars with additives showed the typical crystalline phases of Portland cement and the characteristic peaks of barite are in agreement with those reported in the literature. In tests with gamma ionizing radiation, the linear attenuation coefficient decreased with the addition of barite and presented the lowest value for the mortar prepared with the commercial mixture. The results of the research showed that the addition of barite improved the strength of the mortar in the hardened state and did not positively modify the properties of attenuation to gamma radiation.
Palavras-chave: argamassa
cimento
barita
resistência à compressão
radiação Ionizante
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Escola de Engenharia Mackenzie (EE)
Programa: Engenharia de Materiais e Nanotecnologia
Citação: ACOSTA, Yonaikel Josuhe Contreras. Argamassa de cimento Portland com adição de Barita (BASO4). 2020. 69 f. Dissertação (mestrado em Engenharia de Materiais e Nanotecnologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4263
Data de defesa: 21-Jan-2020
Aparece nas coleções:Mestrado - Engenharia de Materiais e Nanotecnologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Yonaikel Josuhe Contreras Acosta.pdfYonaikel Josuhe Contreras Acosta2.26 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons