Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4244
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização tecnológica de minerais lamelares para obtenção de materiais bidimensionais
Autor: Souza, Leonardo Antônio Custódio 
Primeiro orientador: Andrade, Ricardo Jorge Espanhol
Primeiro membro da banca: Fechine, Guilhermino José Macêdo
Segundo membro da banca: Atencio, Daniel
Resumo: O grafeno foi o material bidimensional (2D) precursor para o desenvolvimento de nanomateriais 2D, advento que revelou as excepcionais propriedades óticas, físicas, elétricas e térmicas desse material inovador. A comunidade científica ao redor do mundo, atenta a este fato, vislumbrou o desenvolvimento de novas aplicações e tecnologias em diversos ramos da ciência. Impulsionados pela descoberta do grafeno, vários estudos demostraram que outros tipos de materiais 2D também podem ter excelentes propriedades, sejam elas similares, complementares ou antagônicas às do grafeno. O propósito desta pesquisa foi a busca por exemplares de substâncias químicas naturais (minerais) com potencial para serem delaminados a fim de se obter materiais 2D. Por meio da observação das estruturas cristalinas e clivagens foi possível selecionar e classificar cinquenta e seis exemplares de acordo com o potencial para esfoliação e obtenção de materiais bidimensionais. Dos minerais apontados, obtiveram-se três amostras, caracterizadas por meio de: microscopia ótica; microscopia de força atômica e eletrônica de varredura; espectroscopia Raman e microssonda. A microscopia ótica e a eletrônica de varredura indicaram que os minerais foram esfoliados segundo seus planos de clivagem. As partículas esfoliadas exibiram espessura média de 2nm, fato este certificado por microscopia de força atômica. Informações obtidas por espectroscopia Raman denotam que houve significativa alteração na estrutura cristalina do clinocloro e da teluronevskita pela esfoliação, apresentando espectros bem distintos entre a amostra primitiva e a esfoliada. Já a kermesita mostrou uma boa correspondência entre estes dois espectros, assinalando uma esfoliação onde a composição química se manteve. Dados obtidos por meio de microssonda indicaram a real composição química das amostras. Teores mais elevados em ferro apontaram que o exemplar supostamente indicado como clinocloro trata-se, de fato, de chamosita. Dentre os três minerais estudados, a kermesita apresentou, de forma geral, os melhores resultados, viabilizando estudos complementares para esse espécime. O uso da base de dados da International Mineralogical Association – IMA mostrou ser uma fonte útil para selecionar espécimes com estrutura cristalina em camadas. Heteroestruturas e clivagem dos minerais mostraram ser atributos facilitadores para a esfoliação e obtenção de estruturas bidimensionais.
Abstract: Graphene was the precursor two-dimensional (2D) material for the development of 2D nanomaterials. Such an advent revealed the exceptional optical, physical, electrical and thermal properties of this innovative material. The scientific community around the world, aware of this fact, has envisioned the development of new applications and technologies in various branches of science. Driven by the discovery of graphene, several studies have shown that other types of 2D materials can also have excellent properties, whether similar, complementary or antagonistic to graphene. The purpose of this research was the search for specimens of natural chemicals (minerals), with potential to be delaminated in order to obtain 2D materials. By observing the crystalline structures and cleavages, it was possible to select and classify fifty-six specimens according to their potential for exfoliation and obtaining twodimensional materials. From the indicated minerals, three samples were obtained and then characterized by: optical microscopy; atomic force microscopy and scanning electron microscopy; Raman and microwave probe spectroscopy. Optical microscopy and scanning electronics indicated that the minerals were exfoliated according to their cleavage plans. The exfoliated particles exhibited an average thickness of 2nm, a fact certified by atomic force microscopy. Information obtained by Raman spectroscopy shows that there was a significant change in the crystalline structure of clinochlore and teluronevskite by exfoliation, presenting very distinct spectra between the primitive and the exfoliated sample. Kermesite showed a good correspondence between these two spectra indicating an exfoliation where the chemical composition was maintained. Data obtained through the probe indicated the actual chemical composition of the samples. Higher iron content indicated that the specimen allegedly indicated as clinochlore is in fact a specimen of chamosite. Among the three minerals studied, kermesite presented the best results, enabling further studies for this specimen. The use of the International Mineralogical Association (IMA) database has proved to be a useful source for selecting specimens with layered crystal structure. Heterostructures and cleavage of minerals have shown to be facilitating attributes for exfoliation and obtaining two-dimensional structures.
Palavras-chave: materiais bidimensionais
minerais
estrutura cristalina
Área(s) do CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Escola de Engenharia Mackenzie (EE)
Programa: Engenharia de Materiais e Nanotecnologia
Agencia(s) de fomento: Fundo Mackenzie de Pesquisa
Citação: SOUZA, Leonardo Antônio Custódio. Caracterização tecnológica de minerais lamelares para obtenção de materiais bidimensionais. 2019. 116 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Materiais e Nanotecnologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4244
Data de defesa: 15-Ago-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - Engenharia de Materiais e Nanotecnologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Leonardo Antônio Custódio Souza.pdfLeonardo Antônio Custódio Souza7.9 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons