Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4104
Tipo do documento: Dissertação
Título: Exposição cambial : um estudo não paramétrico
Autor: Brandão, Caio Canuto Martins 
Primeiro orientador: Basso, Leonardo Fernando Cruz
Primeiro membro da banca: Hadad Junior, Eli
Segundo membro da banca: Kimura, Herbert
Resumo: Esta dissertação consiste em um estudo de métodos quantitativos não paramétricos aplicados na métrica financeira de exposição de empresas ao risco cambial. O objetivo geral é efetuar uma comparação estatística e econômica dos resultados gerados utilizando metodologias que preveêm formas funcionais fixas (paramétricas) e formas funcionais livres (não paramétricas) em um contexto de economia regional latinoamericana. O trabalho tem como referência principal a metodologia do estudo publicado por Aysun e Guldi (2011), com duas inovações: o direcionamento da análise para o âmbito da economia regional e a proposta de alteração no cálculo das bandas kernel de suavização de regressões. A base de dados secundários é formada por empresas não financeiras de capital aberto dos seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, com janela temporal de 18 anos (2000-2018). Os resultados estatísticos das modelagens apresentam semelhanças qualitativas, com as técnicas não-paramétricas encontrando uma proporção bem elevada de fi rmas expostas em comparação com os modelos paramétricos. Em contrapartida, os coe cientes angulares (exposição econômica) não apresentam em suas médias tendência clara positiva ou negativa. Em suas médias absolutas, os resultados não paramétricos encontram choques cambiais mais suaves no valor de mercado das empresas. A métrica de exposição cambial é o ponto de partida para diversas aplicações em finanças corporativas internacionais, como: busca pelos determinantes de exposição cambial, eficiência nas estratégias de hedge financeiro (derivativos), proteção cambial com hedge operacional (débito estrangeiro, importações/exportações) e estudos de grau de multinacionalidade de mercados. Espera-se contribuir no campo de métodos quantitativos aplicados às finanças com a possibilidade de utilizar formas funcionais livres nas leituras de fenômenos administrativos.
Abstract: This dissertation studies quantitative nonparametric methods applied in the nancial metric of companies exchange rate risk exposure. The primary objective aims to draw statistical and economic comparisons between models of xed functional forms (parametric) and distribution-free models (nonparametric) in a latin american context. This essay is mainly based on the study published by Aysun e Guldi (2011), with two innovations: the shift in the eld of analysis to regional economics and the proposition of a diferent measurement of kernel bandwidths for regression smoothing. The secondary database consists in non- nancial public companies from the following countries: Argentina, Brazil, Chile, Colombia, Mexico and Peru, within a 18 years long time-line (2000-2018). The model's statistical results produce qualitative resemblance, with nonparametric methodology's nding larger proportion of rms exposed to currency risk. However, the regression's slopes mean (economic exposure) do not appear to have a clear positive or negative prone. In absolute means, the rm's economic exposure in nonparametric models are far more smooth for currency movements. The exchange rate exposure metric is the starting point for a number of applications in corporate nance, such as: the investigation of determinants for exchange rate exposure, nancial hedging strategies eficiency (derivatives), operational currency hedge (foreign currency debt, import/export) and market's multinationality studies. This study expects to contribute to quantitative methods applied to nance with the possibility of using distribution-free methods in the investigation of administrative phenomenons.
Palavras-chave: exposição cambial
métodos quantitativos
modelos não paramétricos
economia regional
América Latina
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS::ADMINISTRACAO FINANCEIRA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)
Programa: Administração de Empresas
Citação: BRANDÃO, Caio Canuto Martins. Exposição cambial : um estudo não paramétrico. 2019. 100 f. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4104
Data de defesa: 5-Fev-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - Administração de Empresas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CAIO CANUTO MARTINS BRANDÃO.pdfCAIO CANUTO MARTINS BRANDÃO1.32 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons