Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3777
Tipo do documento: Tese
Título: Aberto ao público? espaços privados de uso público em São Paulo e Nova York
Autor: Rodrigues, Giselly Barros 
Primeiro orientador: Souza, Carlos Leite de
Primeiro membro da banca: Aly, José Augusto Fernandes
Segundo membro da banca: Villac, Maria Isabel
Terceiro membro da banca: Cymbalista, Renato
Quarto membro da banca: Silva Neto, Wilson Levy Braga da
Resumo: Os espaços privados de uso ou domínio público são o objeto de análise desta pesquisa, estudar tal temática mostra-se importante nas cidades brasileiras e, especialmente em São Paulo, considerando-se o novo Marco Regulatório vigente na cidade, que inclui o Plano Diretor Estratégico de São Paulo (2014) e a Legislação de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (2016), estes incentivam ou determinam a inserção da fruição pública nos empreendimentos privados. Como estes espaços são inseridos em inúmeras tipologias, buscou-se investigar as praças de uso público que são ao ar livre – descobertas – e integradas às edificações multifuncionais e corporativas, com foco em debater as principais questões que circundam as praças privadas de uso público, investigando a sociedade local e o espaço público, os Instrumentos Urbanos aplicados, os aspectos que envolvem a urbanidade e a acessibilidade urbana existente nestes espaços abertos ao público. Este trabalho investiga estudos de caso nas cidades de São Paulo e Nova York – onde existe um Marco Regulatório conhecido internacionalmente como POPS (Privately Owned Public Space) que também foi fonte de inspiração para outras cidades que implantaram instrumentos semelhantes. As análises executadas nos estudos de caso nas cidades paulistana e nova-iorquina procuram fornecer critérios para que os projetos das praças públicas de propriedade privada sejam focados nas pessoas, gerando urbanidade e o máximo de acessibilidade pública possível.
Abstract: The object of analysis of this research is the privately owned public space or public domain, studying such a theme is important in Brazilian cities, and especially in São Paulo, considering the new Regulatory Framework in force in the city, which includes the São Paulo Strategic Master Plan (2014) and the Soil Land Utilization and Utilization Law (2016), they encourage or determine the insertion of public fruition in private enterprises. As these spaces are inserted in numerous typologies, we sought to investigate the open-air public places - in open areas - and integrated the multifunctional and corporate buildings, with a focus on discussing the main issues surrounding privately owned public plazas investigating the local society and the public space, the applied urban instruments, the aspects that involve the urbanity and the urban accessibility existing in these spaces that are open to the public. This research investigates case studies in the cities of São Paulo and New York - where there is a Regulatory Framework internationally known as POPS (Privately Owned Public Space), which was also a source of inspiration for other cities that implemented similar instruments. The analyzes carried out in the case studies in the cities of São Paulo and New York seek to provide criteria so that the projects of the public plazas of private property are focused on the people, generating urbanity and the maximum of public accessibility possible
Palavras-chave: fruição pública
espaços privados de uso público
instrumentos urbanos
marco regulatório
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO::PLANEJAMENTO E PROJETO DO ESPACO URBANO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: RODRIGUES, Giselly Barros. Aberto ao público? espaços privados de uso público em São Paulo e Nova York. 2018. 346 f. Tese ( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3777
Data de defesa: 24-Out-2018
Aparece nas coleções:Doutorado - Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Giselly Barros Rodrigues.pdfGiselly Barros Rodrigues91.89 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons