Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3677
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aurelio Martinez Flores : a produção do arquiteto mexicano no Brasil (1960-2015)
Autor: Rodrigues, Felipe de Souza Silva 
Primeiro orientador: Guerra Neto, Abilio da Silva
Primeiro membro da banca: Santos, Cecília Helena Godoy Rodrigues dos
Segundo membro da banca: Leon, Ethel
Resumo: Aurelio Martinez Flores (1929-2015), arquiteto mexicano radicado no Brasil, deixou ao longo de sua vida profissional importantes contribuições que se materializam nos campos do design, interiores e arquitetura. Seu legado, ao mesmo tempo indelével e anônimo, se revela tanto nas suas obras quanto nas de seus alunos. Sua iniciação trabalhando para lojas de móveis na cidade de Puebla, onde nasceu, deram-lhe o caminho da arquitetura na universidade, e a vocação para chefiar a linha de produção da filial americana na Cidade do México, de umas das principais fabricantes de mobiliário moderno do século XX – a Knoll Internacional –, responsável por desenhos como os de Mies van der Rohe, Marcel Breuer, Eero Saarinen e Harry Bertoia. Em 1960, após temporada na matriz americana, foi indicado como responsável pela transferência de conhecimento da produção do mobiliário internacional na recém-licenciada loja Forma em São Paulo. No Brasil, não apenas difundiu o desenho da Bauhaus, por meio de sua loja pioneira – a Inter/design – como desenvolveu um método para decoração e interiores baseado na estratégia moderna e sua própria identidade cultural. Sua produção arquitetônica, arraigada na tradição mexicana, aculturada pelo modernismo internacional e implantada em território brasileiro, certamente merece ser objeto de análise e reflexão. A presença de Aurelio Martinez Flores na arquitetura brasileira, embora desconhecida, é uma das mais relevantes para a contemporaneidade. Por isso, mesmo que tardiamente, a partir da análise das fontes primarias, esta pesquisa se coloca como fundamental ao anunciar uma das raras incursões entre as duas culturas latino-americanas.
Abstract: Aurelio Martinez Flores (1929-2015), a Mexican architect based in Brazil, left throughout his professional life important contributions that take form in different fields: design, interiors and architecture. His legacy, at the same time indelible and anonymous, is revealed in his works and those of his disciples. His initiation working for furniture stores in Puebla, where he was born, gave him the architecture path in the university, and the vocation to head the production line of the American branch in Mexico City of the leading manufacturers of modern furniture in the twentieth century – Knoll International –, responsible for designs such as Mies van der Rohe, Marcel Breuer, Eero Saarinen and Harry Bertoia. At the beginning of the 1960s, after a season in the company headquarters, he was indicated to share his knowledge on the field with the recently licensed Forma store in São Paulo. In Brazil, he not only disseminated the Bauhaus design, through his pioneering store – Inter/design – but also developed a method for decoration and interiors based on modern strategy and his own cultural background. Its architectural production, rooted in Mexican tradition, acculturated by international modernism and implanted in Brazilian territory, certainly deserves to be analyzed and thought. The presence of Aurelio Martinez Flores in Brazilian architecture, although unknown, is one of the most relevant to contemporaneity. Therefore, even if late, from the analysis of primary sources, this research is fundamental to announce one of the rare incursions between the two Latin American cultures.
Aurelio Martínez Flores (1929-2015), arquitecto mexicano radicado en Brasil, dejó a lo largo de su vida profesional, importantes contribuciones que se materializan en los campos del diseño, interiores y arquitectura. Su legado, al mismo tiempo indeleble y anónimo, se revela tanto en sus obras como en las de sus discípulos. Su iniciación trabajando para tiendas de muebles en la ciudad de Puebla, donde nació, fue um antecedente tanto em su formacion como arquitecto em la Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM) como em su vocación para dirigir la línea de producción de la filial americana en la Ciudad de México, de unos de los principales fabricantes de mobiliario moderno del siglo XX – Knoll Internacional –, responsable de dibujos como los de Mies van der Rohe, Marcel Breuer, Eero Saarinen y Harry Bertoia. En 1960, después de la temporada en la matriz estadounidense, fue indicado como responsable por la transferencia de conocimiento de la producción del mobiliario internacional en la recién licenciada tienda Forma en São Paulo. En Brasil, no sólo difundió el diseño de Bauhaus, a través de su tienda pionera – el Inter/design – sino que también desarrolló un método para decoración e interiores basado en la estrategia moderna y su propia identidad cultural. Su producción arquitectónica, arraigada en la tradición mexicana, aculturada por el modernismo internacional e implantada en territorio brasileño, ciertamente merece ser objeto de análisis y reflexión. La presencia de Aurelio Martínez Flores en la arquitectura brasileña, aunque desconocida, es una de las más relevantes para la contemporaneidad. Dicho esto, a partir del análisis de las fuentes primarias, esta investigación se plantea como fundamental al anunciar una de las raras incursiones entre las dos culturas latinoamericanas.
Palavras-chave: Flores, Aurelio Martinez
arquitetura mexicana
design
modernismo
Barragá, Luis
México
arquitetura brasileira
modernismo no Brasil
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: RODRIGUES, Felipe de Souza Silva. Aurelio Martinez Flores : a produção do arquiteto mexicano no Brasil (1960-2015). 2018. 372 f. Dissertação (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3677
Data de defesa: 26-Fev-2018
Aparece nas coleções:Mestrado - Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Felipe Rodrigues.pdfFelipe de Souza Silva Rodrigues35.85 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons