Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3520
Tipo do documento: Dissertação
Título: O desenho como expressão e representação nos processos criativos em design
Autor: Carmo, Marcelo Kammer Faria do 
Primeiro orientador: Mello, Regina Lara Silveira
Primeiro membro da banca: Rizolli, Marcos
Segundo membro da banca: Nascimento, Luís Cláudio Portugal do
Resumo: A pesquisa investiga os meios expressivos utilizados pelo designer de produto para externar sua imaginação projetual. No campo do design o desenho e a criatividade são inerentes a atividade do designer e juntos constituem a matéria-prima da inovação. O desenhar permite a visualização de ideias, facilitando a organização e a tarefa de comunicar o pensamento no decorrer do processo criativo. Foram entrevistados dez designers de produto atuantes na cidade de São Paulo, em seu ambiente de trabalho, com experiência mínima de 15 anos de profissão. Para estudar o processo criativo do designer e suas relações com o campo nos apoiamos no modelo sistêmico de criatividade proposto por Csikzentmihalyi, por considerarmos adequado ao estudo do design como ciência social aplicada, pois destaca a criatividade relacionada a fatores externos, além de internos, ao sujeito. A criatividade resulta da integração do sujeito, o designer, num domínio, o design, definido num campo de atuação na sociedade. A análise dos relatos dos entrevistados, a observação dos materiais utilizados, relações com clientes e parceiros de trabalho, permitiu a melhor compreensão do desenho e suas relações com os processos criativos em design. Verificou-se que o desenho se manifesta em diversas formas e se expande com ações que vão muito além do traçado em papel, como elaborações tridimensionais, colagens, registros fotográficos, aproveitamento de formas e materiais encontrados ao acaso, podem servir para comunicar e viabilizar a concretização daquilo que se imaginou. A popularização das tecnologias computacionais vem operando modificações nos diversos âmbitos da cultura, bem como no design, aproveitadas nas diversas etapas do projeto. Conclui-se que os processos de criação em design valorizam o desenho num conceito expandido, ampliado ao uso de materiais diversos para a improvisação das primeiras formas que surgem no processo criativo, absorvendo idas e vindas aos meios computacionais, unidas às diversas formas do desenhar.
Abstract: This research investigates the creative means used by the product designer to express his or her design project. In the field of design, design and creativity are inherent in the activity of the designer and together constitute the raw material of innovation. Drawing allows the visualization of ideas, facilitating the organization and the task of communicating the thought in the course of the creative process. We interviewed ten experienced product designers working in the city of São Paulo, in their working environment. Their work experience is at least 15 years. In order to study the designer’s creative process and his or her relations with the market, we rely on the systemic model of creativity proposed by Csikzentmihalyi who considers appropriate to study design as an applied social science, since it emphasizes the creativity related to external as well as internal factors. Creativity results from the integration of the subject -- the designer -- in a domain -- the design -- defined in a field of action in a society. The analysis of the interviewees’ reports, the observation of the materials used the relationships with clients and work partners allowed a better understanding of the design and its relations with the creative processes in design. We concluded that drawing manifests itself in various forms and expands with actions that go far beyond the drawing on paper, such as three-dimensional elaborations, collages, photographic records, use of forms and materials found at random, they all can serve to communicate and make feasible concretization of what the designer imagined. The popularization of the computational technologies or IT has been operating modifications in culture, as well as in design, and it can be seen in many stages of the project. Finally, we came to the conclusion that the creative processes in design value the design in an expanded concept, extended to the use of different materials, that take into account improvisation. The first forms that appear in the creative process absorbs the changes made into computers, thus constituting a new way of drawing.
Palavras-chave: design
criatividade
designer
desenho
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::ARTES PLASTICAS::DESENHO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: CARMO, Marcelo Kammer Faria do. O desenho como expressão e representação nos processos criativos em design. 2018. 109 f. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3520
Data de defesa: 1-Fev-2018
Aparece nas coleções:Mestrado - Educação, Arte e História da Cultura

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Marcelo Kammer Faria do Carmo.pdfMarcelo Kammer Faria do Carmo15.03 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons