Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3353
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização sociofamiliar dos educandos com Transtornos do Espectro do Autismo atendidos por uma instituição filantrópica no interior do Estado do Rio Janeiro
Autor: Ruella, Ivani Alves 
Primeiro orientador: Amato, Cibelle Albuquerque de La Higuera
Primeiro coorientador: D'Antino , Maria Eloisa Famá
Primeiro membro da banca: Assis, Silvana Maria Blascovi de
Segundo membro da banca: Fernandes, Fernanda Dreux Miranda
Resumo: Apesar de ainda não possuírem marcadores biológicos definidos, os Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) pertencem à categoria denominada transtorno de neurodesenvolvimento, presente desde a infância indicando déficits nas áreas: sociocomunicativa e comportamental. O ambiente familiar e o entorno do indivíduo com TEA foram analisados como indicadores de seu processo de desenvolvimento biopsicossocial. A avaliação do ambiente familiar considerou as experiências vivenciadas no cotidiano e os acontecimentos que ocorreram em outros espaços e que estão diretamente correlacionados com o contexto social e familiar. A presente pesquisa descritiva teve como objetivo realizar a caracterização sociofamiliar dos educandos com TEA atendidos por uma instituição de atendimento filantrópico no interior do Estado do Rio de Janeiro. Participaram da pesquisa 49 famílias atendidas no Setor de Integração da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) em Itaperuna. O estudo confirmou que as variáveis: de renda, condições socioeconômicas e sócio-demográficas e, oferta precária ou ausência de políticas públicas interferem na qualidade de vida e influenciaram nos níveis de estresse e sobrecarga familiar. Na expectativa de superar essa condição, propõe-se que aos profissionais investiguem os processos geradores de diferentes manifestações dos aspectos facilitadores e dificultadores da inclusão social. Inclusive, porque que a realização de pesquisas que visam proceder à caracterização sociofamiliar de determinado grupo familiar também pode fornecer informações importantes que auxiliem nas intervenções executadas pelos diversos profissionais da rede socioassistencial que prestam atendimento às pessoas com TEA e às suas famílias.
Abstract: The Autism Spectrum Disorder (ASD) belongs to the group of the neurodevelopment disorders, although it does not have any biological markers defined. It is found since early childhood and entails debts in the social-communicative and behavioral areas. In this study, the autistic person’s familiar environment and its surroundings have been considered as indicators of his or her biopsychosocial development process. The analysis of the familiar environment has taken into account the experiences acquired in the daily routine and events occurred in other environments and directly related to the social and family context. This descriptive research aimed to achieve autistic pupils’ social-familiar characterization, who are assisted by a philanthropic institution in Rio de Janeiro state interior. This study involved 49 families assisted by the Integration Department of APAE (Portuguese for Association of Disabled People's Parents and Friends) in Itaperuna City, and it demonstrated that the variables of income, socioeconomic and sociodemographic conditions, and scarcity or absence of public policies interfere in life quality on one hand and influence the stress levels and a family’s responsibility overload on the other. Aiming at overcoming this condition, professionals are supposed to investigate the processes, which can cause different manifestations that, by their turn, involve the promoters and the obstacles of social inclusion. Moreover, researches that aim to achieve the socio-familiar characterization of certain family groups can also provide relevant information to guide professionals of a social-assistance network who seek to meet the needs of autistic individuals and their families.
Palavras-chave: Transtorno do Espectro do Autismo
família
teoria bioecológica
caracterização sociofamiliar
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: RUELLA, Ivani Alves. Caracterização sociofamiliar dos educandos com Transtornos do Espectro do Autismo atendidos por uma instituição filantrópica no interior do Estado do Rio Janeiro. 2017. 85 f. Dissertação( Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3353
Data de defesa: 8-Ago-2017
Aparece nas coleções:Mestrado - Distúrbios do Desenvolvimento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Ivani Alves Satlher Ruella .pdfIvani Alves Satlher Ruella1.5 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons